Viagem para Europa: 10 dicas para economizar

Veja 10 dicas para economizar na viagem para Europa

Conhecer o Velho Mundo é sonho de consumo para muitas pessoas. Afinal, com tantas cidades lindas e importantes reunidas em um só continente é inevitável não pensar em uma viagem para Europa. Por outro lado, esse não é um destino tão barato e com a alta do Euro e do Dólar está cada vez mais caro visitá-lo. 

Mas, por aqui a gente sempre encontra um jeitinho de conhecer qualquer lugar do mundo pagando pouco. Por isso, neste post trouxemos 10 dicas para quem pretende fazer uma viagem para Europa e quer economizar. Você vai aprender alguns hacks para poupar tanto no planejamento quanto durante a trip. 

Quer saber como? Então, venha com a gente!

Dicas para economizar no planejamento da viagem para Europa

Se você é leitor do nosso blog está cansado de saber que o planejamento é fundamental. Assim, quem se organiza, além de garantir uma viagem mais tranquila, pode se beneficiar de melhores preços. Em geral, quando programamos uma trip, o ideal é sempre reservar passagens e hospedagem com antecedência. Mas, existem outros detalhes importantes a serem considerados nesse momento. 

Encontrando a melhor época do ano

O primeiro passo é decidir quando será a sua viagem para Europa, pois, dependendo do mês escolhido os preços de passagens aéreas e hospedagem vão estar mais caros, assim como os custos com passeios e alimentação. Ao mesmo tempo, não podemos ignorar dois fatores que são: o período em que você pode viajar e o clima no Velho Continente. 

Como sabemos, algumas pessoas querem viajar para Europa para conhecer as praias ou simplesmente não curtem o rigoroso inverno europeu e aí, temos um problema. Geralmente, os meses de junho a agosto são de alta temporada e verão no Velho Continente. Ou seja, nessa época os preços são mais altos. 

O mês de setembro é uma escolha para viagem para Europa
O mês de setembro é uma escolha para viagem para Europa

Por outro lado, de novembro a março os preços são menores, mas o clima é mais frio. Assim, uma boa alternativa é escolher os meses de setembro e outubro. Nessa época o tempo ainda é ameno e os custos começam a cair. Além disso, a quantidade de pessoas nos pontos turísticos é menor. Da mesma forma, a oferta de resgates com milhas aumenta. 

Inclusive, algumas companhias aéreas como a Iberia, por exemplo, oferecem trechos com preço fixo nessas épocas. Dá para resgatar voos do Brasil para Europa por 86.000 pontos. É claro que, períodos de grandes festas Natal, Páscoa, etc. e feriados tanto na Europa quanto no Brasil devem ser evitados. A procura por viagens nessas datas é grande e por isso, o preço de passagens e hospedagem costuma ser maior

Qual o destino da sua viagem para Europa? 

Algumas cidades como Paris, Roma, Londres são difíceis de excluir do roteiro quando pensamos em uma viagem para Europa. Se você já está decidido e não abre mão de conhecer esses lugares, não tem problema, mas saiba que os custos serão um pouco maiores. Contudo, dá para compensar usando as dicas que ainda vamos apresentar. 

A Grécia não é um destino tão caro e pode ser parte do seu roteiro da Europa
A Grécia não é um destino tão caro e pode ser parte do seu roteiro da Europa

Por outro lado, você ainda não sabe exatamente quais países visitar durante a sua viagem para Europa, a nossa dica é: prefira lugares com um custo de vida menor. Isso não quer dizer que você não vai conhecer destinos legais, nessa lista dá para incluir Portugal, Espanha e até a Grécia. Assim, a ideia é mesclar cidades mais baratas com as mais caras para ter um equilíbrio. 

Passagens aéreas mais em conta 

Se você optou por viajar em um período de baixa temporada, já vai encontrar passagens aéreas mais em conta. Contudo, para garantir os melhores preços, será necessário dedicar um tempo extra para pesquisar este item. Acontece que o custo dos voos é dinâmico. Ou seja, ele muda de acordo com a oferta e demanda, data da viagem, destino, entre outros.

Assim, de um dia para o outro (literalmente), o preço da passagem pode aumentar ou diminuir consideravelmente. Por isso, o ideal é usar sites de busca de passagens para comparar os valores de várias companhias e agências. Algumas plataformas inclusive informam se o custo para aquela data está bom ou ruim com base no histórico de preços. 

Pesquisar  a passagem aérea com antecedência garante bons preços
Pesquisar a passagem aérea com antecedência garante bons preços

Você também pode ficar de olho aqui no blog, pois estamos sempre divulgando promoções de bilhetes aéreos. Outra coisa importante é comprar a passagem com antecedência. Para voos internacionais o ideal é garantir o seu voo entre 60 e 120 dias antes da sua viagem para Europa. Por fim, um detalhe que pode fazer diferença é a franquia de bagagem. 

Hoje, muitas companhias oferecem voos internacionais sem mala despachada. Nessas situações, o custo do bilhete é bem menor. Além disso, se você vai passar por várias cidades durante a sua viagem, carregar uma bagagem maior pode ser bem cansativo. Da mesma forma, as companhias do Velho Continente também cobram taxa extra por bagagem de porão. 

Não pague pelo seguro viagem 

Calma, não é bem o que você está pensando. Muitas pessoas acham que contratar um seguro viagem é apenas um gasto extra no orçamento. Mas, é muito importante poder contar com essa proteção quando estamos fora do nosso país. Além disso, quando se trata de viagem para Europa é obrigatório contratar esse serviço. 

Se o seu cartão oferece seguro viagem, use esse benefício para economizar
Se o seu cartão oferece seguro viagem, use esse benefício para economizar

Quem viaja para um dos países que fazem parte do tratado de Schengen deve obrigatoriamente apresentar um seguro com cobertura de no mínimo 30 mil Euros. Em geral, essa proteção custa cerca de R$ 350,00 para um de viagem na Europa. Mas, você pode ter esse serviço sem pagar nada por ele usando o seu cartão de crédito. 

Alguns cartões de crédito oferecem seguro de viagem gratuito para seus usuários. Geralmente, esse benefício está disponível em plásticos das variantes Platinum, Black, Infinite e Nanquim. Para ter acesso é necessário comprar a sua passagem e de seus acompanhantes com o plástico. 

Comprando Euro 

Ainda no planejamento da sua viagem para Europa um detalhe muito importante é a compra do Euro. Com a cotação dessa moeda passando de R$ 6,50 decidir qual a melhor forma de levar o dinheiro é crucial. Como sabemos, o cartão de crédito cobra uma taxa alta de IOF (6,38%) e utilizá-lo não será nada econômico. Por outro lado, ele serve de segurança, caso você seja roubado ou perca a carteira. 

O dinheiro físico ainda é a forma de pagamento mais econômica de comprar no exterior. O IOF cobrado pela compra de moedas estrangeiras é de 1,1%. É claro que tem a taxa de câmbio, mas ainda assim é a opção mais barata. Assim, a dica dos especialistas é fazer a troca de reais por outras moedas aos poucos. 

Para sua viagem para Europa é interessante comprar um pouco de Euro mês a mês
Para sua viagem para Europa é interessante comprar um pouco de Euro mês a mês

Ou seja, se você vai viajar para Europa daqui a seis meses, comece a comprar Euro agora. Um pouquinho todo mês, assim, você garante um preço médio. Por fim, uma opção que está ganhando força são as contas digitais internacionais. Com elas você pode trocar o seu dinheiro por um custo igual ou inferior ao das casas de câmbio. Além disso, terá um cartão de débito para fazer compras sem IOF. 

Como economizar durante a sua viagem para Europa?

Com o planejamento da viagem para Europa você certamente fará uma boa economia. Entretanto, se a grana está curta, talvez seja uma boa ideia criar estratégias para gastar menos enquanto estiver no Velho Mundo. Assim, trouxemos mais algumas dicas para ajudar com os custos durante a trip. 

Opções baratas de transporte na Europa 

Uma característica bem interessante da viagem para Europa é que a distância entre um país e outro é pequena. Assim, muitas pessoas se planejam para conhecer mais de uma nação ao mesmo tempo. Felizmente, o que não faltam são opções de transporte para se deslocar pelo Velho Mundo pagando pouco. 

A primeira da nossa lista são as companhias low cost, isto é, de baixo custo. É possível comprar voos entre países europeus pagando apenas 10 Euros. As principais empresas em operação na Europa são a Ryanair e Easyjet. É claro que, por cobrar tão barato, essas companhias fazem uma série de exigências e você deve ficar atento. 

Na Europa as viagens de trem são muito comuns e uma boa opção para quem pretende conhecer mais de um país
Na Europa as viagens de trem são muito comuns e uma boa opção para quem pretende conhecer mais de um país

Lembra que anteriormente seria uma boa levar apenas uma mala de mão? Pois é, essas companhias não oferecem tarifas com bagagem despachada gratuita. Quem deseja esse serviço tem que pagar e pagar caro. Outra opção interessante são as viagens de trem. Dá para conhecer um país inteiro ou vários países. Nesse caso, a dica é ficar de olho nas promoções e comprar o seu bilhete com antecedência. 

Além disso, uma vantagem do transporte rodoviário é que ele não cobra para levar bagagens. Por fim, se você prefere ter liberdade para se deslocar da forma que achar melhor é possível alugar carros pagando apenas 1 Euro. Algumas locadoras oferecem esse valor simbólico para aproveitar o deslocamento dos clientes e transportar veículos de um lugar para outro sem custos. 

Faça a sua própria comida

É claro que uma parte importante da sua viagem para Europa será provar os pratos típicos de cada país. Contudo, você não precisa fazer todas as refeições fora. Para quem está com um orçamento mais enxuto o ideal é mesclar as duas opções. Se você optou por uma acomodação com cozinha pode aproveitar para preparar o seu próprio café da manhã. 

Fazer a sua própria comida é uma boa maneira de economizar na viagem para Europa
Fazer a sua própria comida é uma boa maneira de economizar na viagem para Europa

Da mesma forma, se a sua reserva inclui a primeira refeição do dia, aproveite para tomar um café reforçado. Em geral, nos países europeus é possível encontrar algumas opções de lanches (sanduíches, saladas de fruta, wraps) e saladas com preço mais em conta. Assim, dá para economizar no lanche e ter um almoço ou jantar mais completo em um restaurante famoso. 

Ainda sobre alimentação, muitos restaurantes oferecem um menu do dia. Trata-se de um cardápio à la carte com combinações pré estabelecidas de refeição, bebida, sobremesa ou café, por um ótimo preço. Por fim, fuja dos restaurantes próximos de pontos turísticos. É possível encontrar opções mais em conta em locais frequentados por moradores. 

Aproveite os dias gratuitos em Museus

Se você tem o hábito de visitar museus aqui no Brasil, sabe que esses locais costumam oferecer entrada gratuita para todos em pelo menos um dia da semana. Na Europa não é diferente. O Museu d’Orsay em Paris tem entrada gratuita todo o primeiro domingo do mês. Já em Madri, é possível visitar de graça o Museu do Prado em qualquer dia, após as 18 horas. 

O Louvre oferece visitas gratuitas em alguns feriados do ano

Em Londres, a maioria dos museus tem entrada franca. Assim, vale a pena pesquisar os museus da cidade que você vai visitar para descobrir se ele oferece gratuidade nos dias em que você vai ficar por lá. Outra dica boa, é o Airbnb Experiências, por lá é possível agendar atividades com moradores, pagando pouco. 

Free Walking Tour

Em uma viagem para Europa boa parte da magia está em conhecer a história de cada cidade. Passar pelos parques, ruas e pontos turísticos e aprender sobre a importância daquele lugar. É claro, que sem a ajuda de alguém com conhecimento sobre esses fatos, eles costumam passar batido. Por outro lado, contratar um guia turístico pode não encaixar no seu orçamento. 

Os free walking tours são uma excelente maneira de conhecer um lugar sem gastar muito
Os free walking tours são uma excelente maneira de conhecer um lugar sem gastar muito

Felizmente, é possível encontrar pessoas dispostas a fazer esse serviço gratuitamente. Os free walking tours são cada vez mais comuns. Trata-se de guias que levam você para um passeio a pé pelos principais pontos de uma cidade. Para participar, basta fazer o seu cadastro e agendar o seu passeio. 

Assim, além de conhecer melhor o lugar, você pode aproveitar para conhecer pessoas. Vale lembrar que, embora gratuito, é sugerido que ao final do passeio você ofereça uma gorjeta a quem gentilmente se disponibilizou a lhe apresentar a cidade. 

Use wi-fi gratuito

Por fim, ficar descontado é algo impensável nos dias de hoje. Mas, os custos com roaming não são nada animadores. Assim, para manter o contato com a família e postar tudo da sua viagem para Europa sem gastar muito, o ideal é aproveitar os hotspots de wi-fi gratuito. No Velho Mundo você encontra redes abertas, muitas vezes públicas, com mais facilidade. 

Aproveite os locais com wi-fi gratuito

Da mesma forma, alguns cartões de crédito oferecem acesso gratuito em redes de wi-fi no mundo inteiro. Assim, é interessante verificar se o seu plástico não conta com esse serviço. Por fim, se você é daqueles que não consegue ficar desconectado nenhum um segundo, é mais vantagem comprar um chip. Em alguns países, por 10 euros dá para comprar o dispositivo que já vem com um pacote de dados. 

Uma viagem para Europa é certamente uma experiência incrível. Melhor ainda, quando podemos conhecer as belezas do Velho Continente pagando pouco. Neste post você aprendeu dicas preciosas de como economizar tanto no planejamento quanto durante a sua trip. Agora, é só pôr tudo em prática! 

Curtiu este conteúdo? Então, veja outros artigos sobre viagens que nós selecionamos para você: