Seguro de viagem: 5 motivos para contratar um

Seguro de viagem
O seguro de viagem protege você contra imprevistos

Quando estamos planejando as férias na praia ou aquele final de semana romântico geralmente só pensamos nas coisas boas que vão acontecer. Entretanto, a trip nem sempre acontece como gostaríamos e é nessas horas que começa a dor de cabeça para muita gente. É claro que esses problemas podem ser amenizados quando contratamos um seguro de viagem.

Muitas pessoas ainda veem o seguro de viagem como uma despesa extra desnecessária. Porém, assim como protegemos o nosso carro e a nossa casa, por aqui levamos as experiências ao redor do mundo a sério e não queremos que nada nos impeça de aproveitar esses momentos da melhor forma. Por isso, listamos 5 motivos pelos quais você deve uma apólice dessas.

Como funciona o seguro de viagem?

O seguro de viagem funciona basicamente como um seguro de carro. Ou seja, você vai contratar uma apólice e pagar um determinado valor por ele. Assim, se ocorrer um sinistro — nome utilizado para acidentes — você poderá acionar a seguradora para gerenciar toda a situação e o melhor: você não vai precisar desembolsar mais nada por isso. Geralmente o custo deste serviço varia de acordo com o tempo em que ele ficará vigente.

Além disso, é levado em conta outros aspectos como o seu destino, idade e coberturas inclusas. Boa parte das apólices oferecidas cobrem os usuários em até R$ 30 mil. Entre as proteções mais comuns estão o risco de morte acidental, invalidez permanente total ou parcial (estes são obrigatórios) e bagagem, emergência médica, dentista e farmácia. 

Quanto vou pagar por um seguro de viagem? 

Como falamos anteriormente o preço do seguro é definido de acordo com alguns aspectos específicos da sua viagem, além disso cada empresa tem a sua tabela, ou seja, o valor deste serviço pode variar bastante. Assim é possível encontrar apólices a partir de R$ 25,00 em viagens nacionais até R$ 785,00 (o valor mais alto encontrado) para cobertura internacional. O ideal é que você faça uma cotação online para comparar tarifas.

Principais razões para ter um seguro de viagem

Só o fato de saber que se alguma coisa fora do comum vier a acontecer durante a sua viagem você poderá contar com uma ajuda já deveria ser motivo suficiente para contratar um seguro de viagem. Entretanto, separamos aqui mais cinco justificativas para convencer você, de uma vez por todas a ter essa proteção. 

É obrigatório em alguns países

O primeiro motivo é bem simples, sem o seguro de viagem você fica impedido de entrar em alguns países. Assim, se você está planejando ir para Europa conhecer uma nação integrante do tratado de Schengen, por exemplo, deve ter uma apólice com cobertura de no mínimo 30 mil Euros. Da mesma forma, quem vai para os Emirados Árabes, Turquia, Qatar e estrangeiros com visto de estudante na Austrália devem contratar esse serviço.

Acidentes ou doença

Imagine que você está fazendo uma viagem internacional e sofre um acidente grave ou tem uma infecção alimentar ou qualquer outra situação que exija cuidados médicos, internação ou no pior dos cenários uma cirurgia? Possivelmente você não vai estar preparado financeiramente para arcar com esse imprevisto, o que fazer? Nesses momentos o seguro de viagem é a nossa salvação. 

Quem planeja uma viagem incluindo nas despesas a contratação de um seguro pode até pagar um pouco mais, entretanto, se acontecer algumas das situações acima estará tranquilo. A apólice vai cobrir todas as despesas médicas, tudo que você vai precisar fazer é entrar em contato com a seguradora e aguardar o socorro.

Extravio de bagagem

Outra situação que é bem mais comum do que parece é o extravio, furto e roubo de bagagem. Vamos combinar que não seria nada agradável ficar na sala de desembarque esperando a sua mala e nada dela chegar, não é mesmo? Além de estar praticamente sem roupas você teria um gasto não planejado. Assim, quem contrata um seguro pode receber auxílio no destino e reembolso caso os pertences não sejam localizados.

Cancelamento de viagem

Imprevistos sempre acontecem e embora você tenha planejado a sua viagem com bastante antecedência não podemos descartar as surpresas no meio do caminho. Pode ter sido um familiar que adoeceu, você precisou mudar de emprego ou alguma situação inadiável. Nesses casos é praticamente impossível evitar a perda de dinheiro, entretanto o seguro pode minimizar os prejuízos. 

Ele garante que você receba o reembolso da sua viagem mesmo que você tenha comprado uma tarifa que não oferece esse benefício. Essa regra vale também para pacotes turísticos, passeios comprados com antecedência e demais serviços de viagem. Assim, busque uma empresa que conta esse tipo de cobertura. 

Documentos e despesas jurídicas

Uma das piores coisas que pode nos acontecer, principalmente em viagens internacionais, é perder os documentos. Só quem já passou por isso sabe o sufoco que é ter que procurar uma delegacia, fazer boletim de ocorrência, ir ao consulado e renovar toda essa papelada. Felizmente, quem contrata um seguro vai passar por essa situação com mais tranquilidade, pois vai poder contar com assistência 24 horas orientando-o em cada passo.

Assim, como você pode precisar de assistência médica, não podemos descartar a necessidade de uma assessoria jurídica. Em alguns lugares uma batida de carro pode demandar os serviços de um advogado. Imagine ter que pagar os honorários deste profissional em moeda estrangeira? Nada animador. Assim, alguns seguros oferecem a cobertura para esse tipo de conflito. 

O seguro de viagem cobre pandemias?

Essa se tornou uma questão recorrente nos últimos meses. Como sabemos, por causa da pandemia muitas pessoas foram obrigadas a cancelar passagens aéreas, hospedagens ou mesmo ficaram impossibilitadas de voltar ao seu país por conta do fechamento de fronteiras. Assim, essa passou a ser uma questão importante. Diante da declaração de pandemia as seguradoras tomaram medidas diferentes. 

Algumas decidiram recorrer às cláusulas contratuais que isentam as empresas de continuar prestando serviços a clientes nessa situação, ou seja, diagnosticados com coronavírus. Entretanto, outras continuaram mantendo as coberturas. Assim, se você quer ter certeza de que o seguro oferece proteção contra pandemia e epidemia sugerimos que entre em contato com a seguradora e esclareça essa questão. 

Diz o ditado que o seguro morreu de velho. Assim, nós esperamos que você nunca precise utilizar esse serviço em sua trip. Entretanto, se acontecer alguma coisa o melhor é ter um seguro de viagem. Como vimos ele pode nos ajudar em diversas situações. Lembre-se nem sempre uma economia momentânea vale a dor de cabeça e o gasto que você terá se algum imprevisto vier a acontecer.

Ahh compartilhe este post com seus amigos nas redes sociais. Até mais!