Milhas aéreas: 5 maiores mentiras que já te contaram

5 mentiras sobre milhas aéreas

As milhas aéreas podem trazer uma série de benefícios para quem deseja viajar mais ou mesmo gerar uma renda extra. Mas, infelizmente ainda existem muitos mitos que rondam esse ativo. Os principais motivos são: falta de conhecimento e uma série de informações incorretas a respeito deste assunto. 

Como a nossa missão é ensinar a você tudo sobre esse universo, já estava mais do que na hora de fazer um conteúdo desmistificando alguns conceitos divulgados de maneira equivocada, pela internet afora. Por isso, neste post vamos falar sobre os 5 maiores mitos a respeito das milhas aéreas. 

Então, para acabar de uma vez por todas com as suas dúvidas, venha com a gente! 

1. Milhas aéreas são um benefício gratuito

Essa é a maior mentira que já foi dita a respeito das milhas aéreas. Apesar de parecer um benefício gratuito, você paga por elas sim! Sempre fomos ensinados a encarar as milhas como um brinde por escolher voar com determinada companhia. Mas, você sabia que o preço delas já está incluso no bilhete que compramos? Esse é um custo que está embutido nas taxas cobradas pela empresa. 

Afinal, você não achou mesmo que alguma companhia iria oferecer passagens de graça, não é? Para termos uma ideia do quanto esse não é um benefício gratuito é só observar que hoje existe um mercado em que é possível comprar e vender milhas aéreas. Inclusive, as próprias companhias comercializam esses pontos, e ninguém vende algo que não tem valor. 

Pode até parecer o contrário, mas milhas não são grátis
Pode até parecer o contrário, mas milhas não são grátis

Outra prova de que esse não é um benefício gratuito é o fato de que é possível fazer a conversão do valor de uma milha para reais, dólares ou qualquer outra moeda. Além disso, quem troca pontos do cartão por milhas deve se lembrar que foi necessário realizar algumas compras no plástico e muito provavelmente pagar uma boa anuidade para ter direito a essa vantagem. 

2. Milhas aéreas só servem para resgatar passagens

Esse é um mito que até entendemos o motivo de ele existir. Acontece, que nos primórdios dos programas de fidelidade o grande objetivo era acumular quantidade suficiente de milhas aéreas para posteriormente, trocar por uma nova viagem. Contudo, com o tempo essas plataformas foram crescendo, estabelecendo parcerias e consequentemente, passaram a oferecer outras utilidades para as milhas. 

Você também pode usar as suas milhas para resgatar serviços, diárias de hotel e muito mais
Você também pode usar as suas milhas para resgatar serviços, diárias de hotel e muito mais

Por isso, hoje a ideia de que milhas aéreas só servem para resgatar passagens tornou-se um mito. Agora é possível trocá-las por produtos, serviços, transferir para programas de outros segmentos, como o de hotéis, por exemplo, e até vendê-las. Entretanto, vale uma ressalva: tenha muito cuidado com a forma que você decide usar esse benefício. 

Veja também:

3. Só que tem cartão de crédito consegue acumular milhas aéreas

Com o surgimento de programas de fidelidade de diversos segmentos e, principalmente, com a interação entre alguns deles, surgiram novos mitos sobre milhas aéreas. Assim, com a possibilidade de acumular pontos nas compras do dia a dia e depois transferir para as companhias, surgiu a crença de que só é possível acumular esse benefício se você tiver um cartão de crédito. 

É bem verdade que os cartões de crédito aceleram e facilitam muito o processo de acúmulo de pontos. Contudo, é um mito achar que essa é a única maneira de conseguir milhas aéreas. Para comprovar, basta lembrar que, inicialmente, esse benefício era oferecido para viagens com determinada companhia, e continua sendo.

Além do cartão de crédito, existem outras formas de acumular pontos
Além do cartão de crédito, existem outras formas de acumular pontos

Da mesma forma, ao longo do tempo foram surgindo outras maneiras de acumular milhas, além do cartão de crédito. Separamos aqui algumas delas para acabar de uma vez por todas com esse mito. Confira! 

Compras em lojas parceiras. 

Hoje, os programas de fidelidade contam com verdadeiros shoppings online. Nesse ambiente, os clientes podem adquirir produtos de diversas marcas e ainda ganhar pontos. Em geral, é oferecido 1 ponto por real, mas durante campanhas promocionais é possível acumular 5, 8 até 10 milhas sobre o valor gasto. Também é possível juntar esse benefício com serviços como aluguel de carro e abastecimento do veículo.

Clube de milhas

Outra maneira de acumular milhas aéreas é por meio da assinatura de clubes. Nos programas de fidelidade brasileiros, são bem comuns os planos que oferecem uma quantidade preestabelecida deste benefício, mediante o pagamento de um plano. O valor do clube de milhas varia de acordo com a quantidade de pontos que você deseja receber mensalmente. 

E, além das milhas, a maioria desses produtos contam com outros benefícios para a sua viagem. Você não precisa necessariamente ter um cartão de crédito para aderir a esse tipo de assinatura, pois é possível fazê-las por meio de cartão pré-pago. Nós já falamos deste tipo de plástico aqui no blog. Inclusive é uma opção bem interessante para quem está com o nome sujo.

Responda pesquisas 

Por fim, você ainda pode acumular milhas aéreas respondendo questionários. Alguns sites oferecem pontos em companhias pela sua contribuição em pesquisas sobre produtos e serviços. Dessa forma, dá para incrementar a conta em programas de fidelidade nacionais e internacionais como por exemplo, o TudoAzul, AAdvantage, Executive Club, Iberia Plus, entre outros. As plataformas mais conhecidas desse segmento são a e-Rewards e Pontos por Opiniões. 

4. Apenas quem ganha muito dinheiro pode acumular quantidade expressiva de milhas aéreas

Junto com o mito de que só quem tem cartão de crédito acumula milhas aéreas, está o de que apenas quem ganha muito dinheiro consegue algum resultado. Bem, se isso fosse verdade, os plásticos do segmento básico não iam oferecer pontos para os seus usuários. Portanto, o problema não está nos seus rendimentos e sim na sua estratégia. 

Ou melhor, na falta de uma estratégia. Não é necessário ter um salário de R$ 20 mil por mês para acumular muitas milhas. O que você precisa é aprender a como gerar esse benefício em todos os seus gastos. Quem pode contar com a ajuda de um cartão de crédito, poderá concentrar todas as despesas no plástico para acumular ainda mais. 

A sua estratégia para acumular milhas é mais importante do que a sua renda mensal
A sua estratégia para acumular milhas é mais importante do que a sua renda mensal

Inclusive as contas de energia, água, gás, internet e por aí vai. Além disso, usar as outras formas de acúmulo de pontos que já citamos aqui (clube de milhas, compra em lojas parceiras e responder pesquisas), podem acelerar o processo. No caso das pesquisas você vai ganhar pontos sem gastar nada. Por fim, é muito importante saber aproveitar as oportunidades dos programas de fidelidade. 

Uma delas são as promoções de transferência bonificada. Nessas ocasiões é possível multiplicar a quantidade de milhas da sua conta. Por isso, fique atento às oportunidades que os programas oferecem. Se você deseja acumular milhas, essas ocasiões são mais importantes do que ganhar muito dinheiro. 

Confira outros conteúdos:

5. Vender milhas não traz lucro

É normal termos medo daquilo que não conhecemos. Assim, muita gente por aí costuma falar mal da venda de milhas aéreas. Dizem que é ilegal, que não traz lucro, que só beneficia as empresas que fazem o intermédio dessa negociação. Bem, levando em conta a nossa experiência, podemos dizer que esse é mais um mito que te contaram. 

Vender milhas pode ser uma atividade bem lucrativa se você se dedicar
Vender milhas pode ser uma atividade bem lucrativa, se você se dedicar

A venda de milhas aéreas tem grande potencial de lucro e, por esse motivo, cada vez mais pessoas estão se interessando pelo assunto. Por outro lado, assim como em qualquer negócio, existe risco. Se você deseja ganhar renda extra por meio da comercialização desses benefícios, é preciso conhecer o mercado. 

Antes de sair por aí vendendo milhas, estude sobre o assunto. Entenda como funciona esse mercado, quem são os players, quais são os riscos, como atuar de forma segura, entre outras coisas. Assim, você certamente terá uma boa experiência e não vai contribuir para a perpetuação de certos mitos. 

O que fazer para não ser enganado por outros mitos sobre milhas aéreas? 

Existem muitos mitos a respeito das milhas aéreas e sobre os assuntos ligados a elas. Mas, a melhor ferramenta para interromper a disseminação dessas mentiras é o conhecimento. Por isso, queremos convidar você para participar do nosso Workshop Faturando com Milhas que vai acontecer entre os dias 19 e 25/07/2021. 

Será um evento online, 100% gratuito onde você vai aprender como usar as milhas aéreas para gerar uma nova fonte de renda. Durante essa semana cheia de conteúdos sobre milhas e cartões de crédito, vamos desmistificar diversos conceitos sobre esse universo. Você não pode perder essa oportunidade! Clique neste link e faça a sua inscrição para o Workshop Faturando com Milhas. 

Nos vemos lá!