Como viajar barato? 10 dicas práticas para a sua próxima trip

Viajar barato
10 dicas para viajar barato

Depois de meses em isolamento social muita gente não vê a hora de colocar o pé na estrada novamente. E nesse momento uma das perguntas que nós mais recebemos é: “como viajar barato?”. Apesar de parecer uma missão impossível, ainda mais no final do ano, existem algumas coisas que você pode fazer para reduzir os custos das suas férias. 

Como sabemos, o ano não foi lá dos melhores e por esse motivo muitas pessoas precisaram reajustar o padrão de consumo. Mas, isso não quer dizer que as férias estão canceladas. Para ajudar você, nós separamos 10 das nossas melhores dicas para viajar barato. Vamos contar segredos que vão fazer toda diferença no preço final da sua próxima trip.

Partiu?

1. Abra mão de certos privilégios

Vale tudo para conseguir viajar barato? A resposta é: depende. Depende do que você está disposto a abrir mão. Você teria coragem de pedir carona na estrada ou dormir na casa de um desconhecido? Esse é um exemplo extremo, mas pessoas com pouca grana topam esse tipo de aventura. É claro que esse não é o único jeito de gastar menos numa trip. 

Mas, uma coisa é certa: se a intenção é economizar você vai ter que abdicar de certos luxos que, em outras situações, estariam inclusos no seu “pacote”. Sendo assim, quando estiver planejando as suas próximas férias a primeira coisa que você deve pensar é: “esse item realmente vai fazer diferença?”. 

Talvez você tenha que abrir mão de um destino internacional, um hotel 5 estrelas, aquele restaurante badalado e optar por viagens pelo Brasil, uma pousada mais simples e quem sabe preparar a sua própria comida. Por isso, é importante colocar tudo na ponta do lápis e avaliar qual o orçamento disponível. Saber que será preciso fazer concessões é o primeiro passo para reduzir os custos das férias.  

2. Planeje com antecedência para viajar barato

Essa dica deveria ser um mantra. O planejamento é importante em qualquer trip, principalmente para quem quer viajar barato. Quando começamos a nos programar com antecedência as opções são maiores. Além disso, você tem mais tempo para tomar certas decisões e por conta de isso garantir preços menores. 

Da mesma forma, quem planeja com antecedência tem mais tempo para prever certos contratempos que poderiam resultar em custos desnecessários durante a viagem. Outra vantagem de se organizar previamente é poder fazer uma poupança exclusiva para as férias e assim, curtir com tranquilidade. 

3. Tenha flexibilidade 

Essa dica está diretamente ligada à anterior. Se você deixa para se programar no último minuto a sua “taxa de flexibilidade” diminui consideravelmente e a consequência disso é que vai ficar mais difícil viajar barato. Ter disponibilidade para viajar em diferentes datas pode reduzir — e muito — o custo da trip. 

Você já parou para observar que de um dia para o outro o valor da passagem diminui ou aumenta? Pois é, isso acontece porque as companhias aéreas, assim como hotéis, trabalham com tarifas dinâmicas. De maneira bem simplificada o preço muda de acordo com a oferta e demanda. Assim, quem está disposto a trocar as datas da viagem pode tirar vantagem deste fator. 

Da mesma forma, escolher períodos de baixa temporada pode representar uma boa economia. Para viagens pelo Brasil o ideal é evitar os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e julho. Esses períodos coincidem com verão e férias escolares. Já na Europa e Estados Unidos a época mais cara é entre junho e agosto, pois é verão no hemisfério norte.  

Só um detalhe, em alguns lugares os períodos de baixa temporada não são favoráveis ao turismo. Assim, se você pretende ir para um destino em que as atrações estão fechadas em certos meses do ano ou que chove demais é bom ter essas informações antes de programar a viagem.

4. Pesquise destinos para viajar barato

Sim, existem lugares que são mais em conta. Mas, isso não quer dizer que eles são menos legais do que aquele destino badalado que todas as celebridades vão. Pesquisando um pouquinho você vai descobrir que algumas cidades turísticas tem um custo bem abaixo da média. A gente vai dar essa colher de chá para você, nesse post aqui você encontra 10 opções para viajar barato.

5. Use aplicativos para garantir a melhor oferta 

No imaginário de muitas pessoas só consegue passagem e hospedagem barata quem fica acordado de madrugada esperando uma promoção. Se essa era a sua desculpa para dizer que não dá para viajar barato pode esquecer dela. Hoje, já existem diversos aplicativos que monitoram constantemente os preços desses itens. Assim, você vai ter ajuda profissional para encontrar aquele bilhete no precinho. 

Várias plataformas como Skyscanner, Oktoplus e até mesmo o Google Flights contam com uma ferramenta chamada alerta. Funciona assim, você pesquisa determinado trecho ou acomodação e se não encontrar um valor que caiba no seu bolso pode pedir para essas empresas avisarem sempre que o valor diminuir. Aqui também vale usar sites que fazem busca em várias agências ao mesmo tempo como Kayak e Trivago.

6. Viajar barato comprando a passagem com milhas 

É claro que a gente não ia fazer um post sobre viajar barato sem falar dessa dica, não é mesmo? Se você já acumula milhas esse é o momento de utilizá-las. Resgatando o seu bilhete com pontos o custo da sua trip vai reduzir significativamente. Em algumas companhias é possível encontrar trechos a partir de 3.500 pontos, basta ficar de olho nas promoções. 

Agora, se você não tem milhas suficientes ou ainda não participa de nenhum programa de fidelidade — o que é um grande erro —, existem duas alternativas. A primeira é tentar vender esses pontos e usar a grana para comprar o bilhete ou contar com o Império para conseguir aquele precinho para você. 

Plataforma Império das Milhas para comprar passagem e viajar barato
Plataforma Império das Milhas para comprar passagem e viajar barato

Pois é, agora você já pode comprar passagens com milhas sem ter milhas usando a nossa plataforma. Lá você encontra bilhetes aéreos para qualquer lugar do Brasil e do mundo e com o melhor preço do mercado. Vale lembrar que a nossa página de venda foi desenvolvida em parceria com a MaxMilhas. É só clicar neste link para encontrar o seu voo. 

7. Opte pela bagagem de mão

Eu sei que se contentar com uma mala de 55cm X 35cm nem sempre é fácil, principalmente para as mulheres. Entretanto, para quem quer viajar barato vale o esforço. Isso porque o valor da passagem aérea diminui consideravelmente quando você opta por uma tarifa sem franquia de bagagem. Além disso, vamos combinar que numa mala maior a gente acaba levando um monte de coisa que nem usa e é só mais peso para carregar.  

8. Escolha uma acomodação mais simples 

Antes de falar dessa dica nós queremos abrir um parêntesis. Assim como as companhias aéreas, as grandes redes hoteleiras oferecem programas de fidelidade para os seus clientes. Dessa forma, você pode resgatar diárias utilizando pontos e sem gastar um real para ficar em uma bela acomodação num hotel reconhecido. Se você ainda não participa de nenhuma dessas plataformas está dando mole.

Afinal, uma das partes mais legais da viagem é o hotel. Ter alguém que arrume a nossa cama todos os dias, aquele café delicioso, os banhos demorados (a gente sabe que você faz isso), enfim tudo isso é muito bom. Mas, o que fazer quando a grana está curta? O jeito é diminuir o padrão. Hoje, graças a plataformas como Booking, Airbnb, Hotéis.com, Expedia, entre outros temos acesso a mais opções com um preço mais em conta. 

9. Dê preferência a passeios gratuitos

Quando estamos planejando uma viagem pensamos em diversas atividades para fazer no nosso destino. Parques, visitas, jantares e por aí vai. É claro que algumas dessas experiências tem um custo o que pode acabar pesando no seu orçamento. Sendo assim, a nossa dica é: prefira passeios gratuitos.

Em alguns lugares é mais fácil encontrar atividades gratuitas, logo isso tem que ser levado em conta na escolha do destino. Se a viagem é para cidade de praia a diversão está garantida sem muitos custos. Já quem pretende fazer uma trip para conhecer museus, parques e atrações que cobram entrada procure saber se não há um dia de visita livre ou tente reservar com antecedência. 

10. Presente ou lembrancinha? 

Esse pode ser um ponto polêmico para algumas pessoas. A gente sabe o quão gratificante é poder voltar de uma viagem com a mala cheia de presentes para as pessoas que amamos. Mas, já parou para pensar a diferença que isso pode fazer no custo final da sua trip e mais que você poderia usar essa grana para custear as suas férias? 

A gente sabe que falar sobre isso pode soar um tanto egoísta, mas as pessoas gostam de você e não dos seus presentes. Então, dá próxima vez faça o teste, ao invés de trazer um presente escolha uma lembrancinha. Temos certeza que todos vão gostar e você vai conseguir viajar barato. 

Viajar barato não é uma missão impossível tudo o que você precisa é ter um pouco de determinação e colocar todas as dicas deste post em prática. Temos certeza de que fazendo isso você terá férias maravilhosas sem pesar no seu bolso. 

Ahh, para você ficar expert no assunto dá uma olhadinha nesses artigos que nós separamos: