Passagem com milhas: guia para resgatar viagens com pontos

Veja como emitir a sua primeira passagem com milhas

Viajar sem pagar nada parece um sonho. Mas, para quem participa de programas de fidelidade, resgatar passagem com milhas é uma realidade. Para muitas pessoas, conseguir comprar bilhetes aéreos usando pontos é algo super complicado ou só para quem viaja muito. Contudo, conseguir essa “façanha” é bem mais simples do que você imagina.

Assim, pensando nas pessoas que desejam poder comprar bilhetes aéreos sem colocar a mão no bolso, nós decidimos criar este tutorial. Neste post você vai entender como funciona a passagem com milhas, quais as vantagens, o passo a passo para essa experiência, além de um pulo do gato no final. 

Quer aprender como resgatar passagens com milhas? Então venha com a gente! 

Afinal, como funciona essa coisa de passagem com milhas? 

Se você é completamente novo nesse universo de programas de fidelidade e passagem com milhas, talvez não saiba muito bem como ele funciona. Bem, há algumas décadas atrás as companhias decidiram criar uma forma de atrair e manter os seus clientes. Assim, surgiram as primeiras plataformas de recompensa. 

Elas funcionavam da seguinte maneira: sempre que um passageiro voava com determinada companhia, acumulava uma quantidade de pontos. Esses pontos eram calculados com base na distância percorrida e, por isso, receberam o nome de milhas. Assim, quando o cliente atingia um montante de milhas, podia trocá-las por uma passagem aérea sem custos. 

Como funciona a passagem com milhas
Como funciona a passagem com milhas

Hoje, o princípio para resgatar uma passagem com milhas é basicamente o mesmo. Entretanto, existem outras maneiras de acumular pontos com mais rapidez e assim, trocar por mais bilhetes. Além disso, os programas de fidelidade oferecem outras possibilidades de uso para as milhas. Algumas bem interessantes, outras nem tanto. 

Qual a vantagem de resgatar passagem com milhas? 

A vantagem mais óbvia de resgatar uma passagem com pontos é poder viajar sem colocar a mão no bolso. Entretanto, podemos citar outros benefícios dessa prática. Uma delas é a possibilidade de acumular trechos qualificáveis. Em alguns programas, à medida que você voa com uma companhia, ganha pontos “especiais”. 

Veja algumas vantagens de  comprar passagens com milhas
Veja algumas vantagens de comprar passagens com milhas

Posteriormente, esses pontos dão a você o direito de pertencer a um grupo privilegiado, com mais benefícios. Assim, em algumas companhias, os clientes podem acumular trechos qualificáveis, mesmo quando resgatam passagens com milhas. Além disso, você pode usar os seus pontos para comprar bilhetes em companhias internacionais. 

Como conseguir a sua primeira passagem com milhas? 

Resgatar uma passagem com milhas é um processo fácil. Entretanto, para chegar até lá tem um bom caminho a percorrer. Principalmente, se ainda não faz parte de um programa de fidelidade e nem começou a acumular pontos. Mas, calma! Com esse passo a passo você vai chegar lá rapidinho. 

Escolha um programa de fidelidade

O primeiro passo é escolher o programa de fidelidade. Atualmente, temos no Brasil três plataformas: LATAM Pass (Latam), TudoAzul (Azul) e Smiles (Gol). Todas elas têm vantagens e desvantagens. Assim o que vai determinar qual será a sua escolhida são alguns fatores. O primeiro deles é: em qual dessas companhias você mais voou nos últimos 12 meses? 

Se você tem preferência por determinada empresa, seja pelo conforto, atendimento ou preço, deve considerar participar do programa de fidelidade. Mas, isso não é tudo. Outro detalhe que devemos levar em consideração é se aquela companhia tem voos frequentes para a sua região e se a malha aérea atende às suas necessidades.

Não adianta escolher o programa de uma companhia que quase não voa para a sua região ou que não tem as rotas que você gostaria de fazer. Um terceiro ponto para analisar é a facilidade e custo para resgatar passagens com milhas em cada programa. Algumas empresas oferecem mais assentos para esse tipo de passagem e cobram um valor mais em conta. 

Escolher um programa de fidelidade é o primeiro passo para resgatar passagem com milhas
Escolher um programa de fidelidade é o primeiro passo para resgatar passagem com milhas

Por fim, não podemos deixar de avaliar a facilidade de acumular pontos no programa. Para isso é preciso conhecer as principais maneiras de conseguir benefícios na plataforma. Um bom indicativo são as parcerias. Quanto mais parceiros um programa de fidelidade tiver, mais formas de acumular pontos você terá. 

Aqui no blog nós já falamos com mais detalhes como escolher um programa de fidelidade. Dá uma olhadinha. 

Aqui vale uma dica: se você está começando, prefira reunir “todos os ovos na mesma cesta”. Quando a nossa capacidade de acumular pontos é pequena, não vale a pena participar de muitos programas ao mesmo tempo. Com isso, você só estará desperdiçando energia na busca pela primeira passagem com milhas. O ideal é se concentrar em um só para juntar pontos mais rapidamente.

Tenha um cartão de crédito

Talvez você esteja se perguntando o que um cartão de crédito tem a ver com comprar uma passagem com milhas. Bem, tudo! Acontece que esse produto atua como um acelerador do processo. Hoje, boa parte dos plásticos acumulam pontos que, posteriormente, podemos trocar por milhas aéreas. 

Provavelmente, o cartão que você usa oferece esse benefício. Então, o primeiro passo é verificar se o plástico acumula pontos e em qual proporção. Geralmente a contagem de pontos é feita em dólar. Ou seja, a cada US$ 1,00 o usuário recebe 1 ponto, podendo chegar a 2,5 por dólar. 

Usar um cartão de crédito ajuda a acelerar o processo
Usar um cartão de crédito ajuda a acelerar o processo

Em seguida, você deve analisar se a instituição financeira emissora do cartão é parceira do seu programa de fidelidade. Pois, só assim será possível trocar os pontos por milhas. A partir daí, a ideia é concentrar o máximo de gastos possível no plástico para acumular cada vez mais. Sempre cuidando para não estourar o limite e nem deixar de pagar a fatura de maneira integral e antes do vencimento. 

Se o seu cartão não acumula pontos, não se desespere. Vá até o seu banco e procure saber quais opções de cartões que acumulam pontos estão à sua disposição. Se não houver nenhum, porque a sua renda é pequena saiba que ainda assim é possível conseguir esse benefício. Dá uma neste post sobre cartões para acumular milhas com um salário mínimo. 

Estabeleça metas

Acumular milhas sem um objetivo é o mesmo que pegar uma rodovia sem saber onde quer chegar. Estabelecer metas, nos ajuda a focar na realização de um sonho como o de viajar com milhas. Nesse estágio, a primeira coisa que você deve fazer é estimar quantos pontos é possível acumular mensalmente levando em conta seu consumo e a quantidade de pontos por dólar do cartão. 

Defina metas para acumular e utilizar as suas milhas
Defina metas para acumular e utilizar as suas milhas

Em geral, com 5.000 mil milhas já é possível resgatar voos nacionais. Além disso, os programas realizam promoções em que o valor fica ainda menor. Para viagens internacionais é necessário um montante maior de pontos. Mas com metas claras você conseguirá desenvolver estratégias para juntar milhas. 

Uma coisa que pode ajudar bastante é fazer pesquisas nos programas de fidelidade para saber quanto custa um determinado preço. É claro que de acordo com a rota, época do ano e oferta e demanda o valor de um bilhete com milhas pode mudar. Mas, ao fazer essa busca prévia você terá uma ideia do quanto em média será necessário acumular. 

Acelere o ganho de pontos

O cartão de crédito já é de grande ajuda para quem quer acumular milhas para resgatar bilhetes aéreos. Contudo, existem outras ferramentas e estratégias que você pode utilizar para potencializar os seus ganhos. A primeira delas é saber o momento certo para trocar pontos por milhas. 

Muitas pessoas não sabem, mas só o fato de entender quando trocar pontos por milhas pode multiplicar a quantidade de milhas em sua conta. Acontece que com uma certa frequência os programas de fidelidade realizam promoções de transferência bonificada. Nessas ocasiões é possível ganhar de 30% a 120% de pontos a mais. 

Concentrar gastos no cartão, participar de promoções de transferência e clube de milhas são algumas das estratégias para acelerar os seus ganhos
Concentrar gastos no cartão, participar de promoções de transferência e clube de milhas são algumas das estratégias para acelerar os seus ganhos

Outra atitude que pode ajudar a acelerar o ganho de milhas é aproveitar a parceria entre os programas de fidelidade e empresas do setor de consumo e varejo. Sabe aquela loja online que você sempre compra roupas ou aquele clube de vinhos? Talvez eles ofereçam pontos para quem participa de programas de recompensa. 

Funciona assim, sempre que você compra em loja é parceira do programa de fidelidade, ganha pontos. O padrão é 1 ponto a cada real gasto em compras. Mas durante promoções a bonificação pode chegar a 5, 10, 12 pontos por real. Por isso, é importante conferir quem são os parceiros do seu programa. Existem outras formas de potencializar o acúmulo de milhas, inclusive, já falamos sobre elas aqui no blog. 

Fique atento a validade dos seus pontos

Se a sua meta é alta ou se a sua capacidade de acúmulo é muito pequena, você deve redobrar sua atenção para a validade dos seus pontos. Afinal, de nada adianta ter todo esse trabalho e não conseguir resgatar a sua passagem com milhas, simplesmente porque elas expiraram. Em geral, os programas de fidelidade e cartões de crédito oferecem um prazo entre 2 e 3 anos para os clientes utilizarem esse benefício. 

Entretanto, cartões de alta renda e clientes das categorias de elite contam com mais tempo para usar os pontos. Em alguns casos eles não expiram. Assim, você deve se certificar da validade dos pontos no seu programa e a data de vencimento do que já acumulou. Uma dica para não perder esses prazos é contar com gerenciadores. Essas ferramentas nos avisam quando as milhas estão prestes a vencer, entre outras coisas. O nosso gerenciador preferido é o Oktoplus.

Não deixe as suas milhas expirarem
Não deixe as suas milhas expirarem

Mesmo com todos os cuidados, pode ser que você chegue à conclusão de que as suas milhas vão expirar antes que você consiga resgatar a sua passagem. Mais uma vez, não se desespere. Ao invés de simplesmente aceitar que os seus pontos vão expirar é possível vendê-los. Nesse caso, a estratégia é não perder todo o dinheiro que foi investido para acumular esses benefícios. 

Hoje, existem algumas plataformas que nos ajudam a ganhar dinheiro com milhas. Assim, se você tem pontos a vencer, nada de deixá-los voltar para conta do programa ou trocar por produtos, venda! Depois, em um momento oportuno será possível comprar milhas no programa de fidelidade e resgatar a sua passagem. 

Onde emitir passagem com milhas? 

Depois de ter seguido o nosso passo a passo, com certeza você conseguirá acumular pontos suficientes para resgatar uma passagem com milhas. Então, é hora de aprender como e onde fazer isso. Mas, antes de partirmos para a parte prática, gostaríamos de dar alguns conselhos bem valiosos. 

O valor de um bilhete com milhas é estabelecido da mesma forma que as passagens em dinheiro. Ou seja, o preço é dinâmico e muda de acordo com a oferta e demanda, destino e períodos do ano (alta e baixa temporada). Além disso, no caso das milhas devemos considerar a quantidade de assentos que a companhia reserva para esse tipo de venda. 

Assim, com o preço dinâmico, nem sempre vale a pena comprar passagens com milhas. Para tomar essa decisão é importante saber quanto vale 1 ponto. Esse cálculo não é complexo, mas vamos poupar você dele. Uma boa saída para avaliar se o bilhete com milhas está caro ou barato é usar ferramentas como Oktoplus que já aponta qual opção é mais vantajosa em cada situação. 

Por fim, talvez depois de passar algum tempo acumulando pontos você resolva fazer o resgate e descubra que não tem milhas suficientes. Não fique triste. A saída nesses casos pode ser aguardar um pouco mais ou então, aguardar uma promoção. Além disso, não esqueça de tempos em tempos refazer a simulação do valor da passagem e de comprá-las com antecedência. 

Dito isso, vamos a parte prática do resgate de passagem com milhas nos principais programas de fidelidade do Brasil.  

LATAM Pass

Para emitir passagem com milhas no LATAM Pass é bem simples. O primeiro passo é acessar o site do programa e fazer o login. Em seguida, vá até a aba “Viagens” e selecione a opção “Buscar passagens”. Ao fazer isso, vai aparecer para você uma tela para indicar origem, destino, datas, o tipo de viagem, cabine e quantidade de pessoas. 

Insira todas as informações para realizar a busca. Dessa forma, você será redirecionado para a página com os voos disponíveis e a quantidade de pontos necessária para o resgate. Escolha uma das opções e finalize a compra. É importante ressaltar que embora tenha adquirido a passagem com milhas, é necessário ter um cartão de crédito ou outro meio de pagamento para as taxas de embarque. 

Smiles 

O processo para resgatar passagens com milhas da Smiles é semelhante ao do LATAM Pass. Ou seja, primeiro você acessa a página do programa e faz login com número de membro e senha. Logo na home você verá a área de busca de voos. Insira a sua origem, destino, datas, tipo de viagem, cabine e quantidade de passageiros. 

Feito isso, o programa vai apresentar as opções de passagens para aquele trecho. A Smiles sugere bilhetes para os seus clientes, você pode acatar a sugestão ou montar a sua viagem. No programa, também é possível pagar combinando milhas e dinheiro ou fazer a reserva e só pagar depois por meio do Viaje Fácil. 

O Viaje Fácil permite que os clientes Smiles emitam a passagem sem milhas para pagar como pontos em até 60 dias depois de fazer a reserva. Ou seja, se você encontrar um bom preço, mas não tiver milhas suficientes naquela data, pode reservar o bilhete e pagar depois. Depois de selecionar o voo, chegou a hora de fechar o pedido. 

A Smiles é a única plataforma que permite que os clientes paguem taxas de embarque usando milhas, combinando milhas e dinheiro ou apenas com dinheiro. Mas, apesar dessa comodidade, já alertamos que não vale a pena usar seus pontos para pagar essa tarifa. 

TudoAzul 

Por fim, para resgatar passagens com milhas no TudoAzul você deve seguir o seguinte passo a passo. Acesse o site do programa, faça login e na aba “Usar pontos” selecione busca de passagens nacionais ou internacionais. Sim, a plataforma tem áreas diferentes para pesquisas de voos domésticos e para o exterior. 

Em seguida, informe os detalhes da sua viagem. Então, o programa vai informar as opções de voos e preço com milhas de cada um deles. Assim como na Smiles, no TudoAzul é possível escolher pagar com pontos e dinheiro. Ao selecionar os trechos o programa vai informar a quantidade de pontos necessária e o valor da taxa de embarque. Este último deve ser pago em dinheiro. 

Pulo do gato: como aproveitar a passagem com milhas mesmo sem ter acumulado pontos? 

Acumular pontos leva um certo tempo e pode ser que você queira emitir uma passagem com milhas em breve. Bem, para esses casos a solução é usar os pontos de terceiros. Estamos falando das plataformas que emitem passagens aéreas utilizando esses benefícios. Essas empresas ligam pessoas que querem vender pontos àquelas que desejam economizar na compra de bilhetes aéreos. 

De maneira indireta, você está sim emitindo passagem com milhas. Porém, como foi outra pessoa que acumulou esse benefício será necessário pagar para usá-las. Entretanto, na maioria dos casos, usar os pontos de outro indivíduo é mais barato do que comprar o bilhete em dinheiro na companhia aérea. 

Realizar a primeira viagem pagando com milhas é uma sensação incrível que todo mundo deveria experimentar. Com as dicas deste post temos certeza de que em breve você estará viajando o Brasil e o mundo sem colocar a mão no bolso. Enquanto esse momento não chega, que tal aprender um pouco mais? Confira estes artigos que nós selecionamos: