Qual o melhor programa para comprar passagens com milhas

Clube de milhas
Descubra se vale a pena participar de clube de milhas

Participar de um programa de fidelidade pode o oferecer diversos benefícios. Mas com um número maior de plataformas a escolha entre uma dessas empresas nem sempre é fácil. São vários fatores a ser considerados, parcerias com companhias aéreas, facilidade no acúmulo de pontos, promoções de transferência e a facilidade de comprar passagens com milhas. 

Pode até parecer estranho que o resgate de passagens com pontos seja um fator relevante dentro de um programa de fidelidade. Mas, a verdade é que embora a mecânica básica dessas plataformas seja a troca de milhas por bilhetes aéreos nem sempre essa operação é realizada com facilidade. Por isso, elaboramos este post para contar qual o melhor programa para comprar passagens com milhas, na nossa opinião. 

Ficou curioso(a)? Então vem com a gente!

Como é definido o preço das passagens com milhas

Existem alguns fatores que influenciam diretamente no preço final de uma passagem com milhas. Entender quais elementos são esses vai nos permitir tomar a decisão correta. Da mesma forma, podemos analisar com mais clareza qual programa é o melhor para resgatar bilhetes com pontos. Confira a seguir que aspectos são esses. 

Valor de uma milha

Para muitas pessoas, quando falamos em pontos e milhas ainda parece que estamos falando de um simples brinde oferecido por companhias aéreas e cartões de crédito e que não há um valor tangível para eles. Esse é um engano bem comum, principalmente para quem está começando a conhecer esse universo. 

A primeira coisa que você precisa entender que pontos tem sim um valor que pode ser convertido para real ou qualquer moeda existente. E o mais importante, esse valor não é fixo ele varia de acordo com a busca e oferta por esse produto no mercado. Da mesma forma, o preço deste benefício não é igual de um programa para outro o que acaba influenciando no valor final do bilhete aéreo.

Dessa forma, como estamos falando da melhor companhia para comprar passagens com milhas, pensar nesses benefícios como um algo gratuito é a primeira coisa que você deve apagar da sua mente. Pois, utilizá-los de maneira arbitrária pode acarretar em prejuízo.

A disputa entre os bancos e programas de fidelidade

Você já parou para pensar de onde vem os pontos que você acumula no cartão de crédito? Bem, quase ninguém pensa nisso, mas esse fator acaba influenciando no preço final para comprar passagem com milhas. Assim, para encurtar conversa os bancos, na intenção de fidelizar os seus clientes, adquirem pontos dos programas de fidelidade.

Essa compra feita pelas instituições financeiras geram uma excelente renda para os programas de fidelidade. Assim, para incentivar os bancos a adquirirem mais pontos, as plataformas das companhias aéreas passaram a oferecer as tão amadas promoções de transferência bonificada. 

Funciona mais ou menos assim, quando o cliente troca os pontos do cartão por milhas aéreas, visando o bônus, o banco é obrigado a comprar mais pontos do programa de fidelidade. Só que as instituições financeiras não ficaram nada felizes com essa prática e decidiram criar mecanismos para evitar as transferências.

Se você participa de algum programa de cartão como Livelo, Sempre Presente ou Esfera já percebeu que essas empresas também vendem pontos e na maioria das vezes com um belo desconto. É claro que isso não vai impedir que as pessoas transfiram suas milhas para as companhias aéreas, mas agora elas vão esperar uma boa oportunidade para fezê-lo.

Essa disputa entre bancos e programas de fidelidade também acabam interferindo no custo do bilhete aéreo. E quando as companhias saem dessa briga perdendo o valor precisa ser recuperado de alguma forma e uma das maneiras que essas empresas se recuperam é repassando o prejuízo para os clientes, ou seja, você vai precisar de mais milhas para comprar a sua passagem. 

Aumento nos custos de operação

Esse é um fator que acaba atingindo o preço das passagens aéreas como um todo, seja elas emitidas com milhas ou não. Para manter a operação a companhia aérea necessita de certos suprimentos, como por exemplo o querosene de aviação. Esse produto tem seu valor atrelado ao dólar, assim, quando a moeda dispara o custo do combustível segue a mesma tendência. 

Esse ônus precisa ser pago de alguma forma. E adivinha como é que as empresas fazem isso? Exatamente, repassando o custo para o consumidor. Dessa forma, assim como acontece com as passagens compradas com dinheiro, impacto também é sentido para quem resgata bilhetes com pontos.

Disponibilidade de assentos

Esse talvez seja um dos fatores mais claros da variação de preço em uma passagem comprada com milhas. Acontece que em todo voo há uma quantidade limitada de assentos disponíveis para o resgate com pontos. Dessa forma, à medida que as pessoas vão adquirindo essas cadeiras o valor os espaços restantes aumentam, pois a procura é sempre maior do que a oferta.

Além disso, o setor aéreo brasileiro passou por uma redução significativa na oferta de voos nos últimos anos. A consequência disso é que com essa diminuição as companhias estão operando com capacidade máxima e ainda assim não conseguem atender a demanda. Caímos mais uma vez na lei da oferta e procura, com tanta gente disputando o mesmo assento, seja em dinheiro ou milhas, o preço tende a subir.

Quanto custa comprar passagem com milhas nos principais programas nacionais?

Para chegar à conclusão em qual programa é melhor comprar passagem com milhas precisamos analisar o que cada uma dessas plataformas oferece. Como vimos anteriormente vários fatores interferem no valor final de um bilhete com pontos. Assim, para produzir este post fizemos um recorte dentro das diversas possibilidades que podemos encontrar nessas empresas. 

Começando pelas rotas levamos em conta dois critérios. Dentro do território nacional escolhemos os três trechos mais movimentados do país. Já para as viagens internacionais selecionamos cinco destinos entre os mais procurados pelos brasileiros. Ainda com relação ao resgate de bilhetes para o exterior estabelecemos que a origem de todos os voos seria a cidade de São Paulo. 

Dessa forma, o resultado pode ser diferente considerando outras capitais do país, principalmente no que diz respeito as viagens internacionais. Como sabemos, o valor de um bilhete aéreo também muda de acordo com a tarifa e cabine, assim convencionamos que todos os trechos para o exterior seriam da classe econômica e no Brasil não adquirimos franquia de bagagem. 

Para fazer a pesquisa também tivemos que escolher um período para viagem. Assim, nos trechos nacionais e América do Sul os voos aconteceriam no mês de setembro de 2020. Já no caso dos trechos da Europa e Estados Unidos fizemos cotações para o mês de fevereiro de 2021. A data escolhida também é um fator que afeta diretamente o preço final do bilhete. 

Em ambos os casos (viagens nacionais e internacionais) escolhemos datas que não eram alta estação no local de destino. Por isso, tenha em mente que o resultado pode mudar dependendo de quando você pretende viajar. Por fim, ressaltamos que as cotações foram realizadas no dia 18 de agosto de 2020. 

Efeitos da pandemia

Antes de apresentar o nosso ranking gostaríamos de ressaltar que a nossa pesquisa foi feita durante a pandemia. Como sabemos a crise causada pelo coronavírus pegou a todos de surpresa e a aviação foi um dos setores mais impactados. Assim, não podemos deixar de alertar que em outro momento o resultado poder ser diferente.

Na tabela abaixo você confere quanto custa comprar passagem com milhas no LATAM Pass, Smiles e TudoAzul. 

Resultado da pesquisa

Resultado: qual é melhor programa para comprar passagens com milhas?

Até aqui vimos que vários fatores podem interferir no preço final de uma passagem com pontos, desde o valor monetário de uma milha, a oferta e demanda e também as características do programa de fidelidade. Contudo, apesar de todos esses elementos algumas empresas conseguem oferecer mais atrativos do que outras. 

1º Lugar: LATAM Pass

O LATAM Pass ficou em terceiro lugar no ranking dos melhores programas de fidelidade nacionais de 2019 na pesquisa feita pelo Melhores Destinos. Segundo os participantes, a plataforma deixa a desejar na realização de promoções de transferência e com lojas parceiras. Além disso, mudou a regra com relação ao acúmulo de pontos qualificáveis.

Entretanto, a companhia tem uma robusta malha aérea internacional e recentemente firmou acordo com a Azul o que expandiu a sua operação para mais 35 destinos nacionais. Da mesma forma, o programa conta com parceira com 27 instituições financeiras. 

Mas o que concedeu o primeiro lugar ao LATAM Pass no nosso ranking foi o preço do resgate de bilhetes com pontos. Nos destinos nacionais o programa oferece o melhor valor em dois deles. Nos internacionais chama atenção o preço da viagem ida e volta para Buenos Aires por apenas 28.800 pontos.

Apesar de haver verdadeiras pechinchas para comprar passagens com milhas no programa, a variação de preço nos trechos nacionais é gigantesca. É possível encontrar uma viagem para o mesmo destino, com a mesma tarifa por 3.700 e 54.400 pontos, sendo única diferença é o horário de cada voo. 

Já nos voos para o exterior a diferença não é tão grande e a companhia é a única que opera todos os trechos internacionais da nossa pesquisa. Por fim, é interessante notar que alguns voos com maior duração e mais paradas são mais caros do que voos diretos. 

2º Lugar: Smiles

A Smiles trabalhou muito nos últimos anos para reconquistar o apreço dos viajantes. Entre as mudanças o programa aumentou o prazo de validade das milhas, permitiu que os seus participantes resgatassem bilhetes com pontos para pagar depois, aumentou o número de bancos parceiros e recentemente fechou acordo com a American Airlines. 

Dessa forma, o programa recebeu o segundo lugar no nosso ranking. Dentre as três empresas a Smiles é a que oferece melhor preço para resgate internacional de três dos cinco trechos analisado. Embora a companhia principal (Gol) não realize muitos voos para o exterior, as parcerias com outras companhias acabam cobrindo essa demanda.

Vale lembrar que os assinantes do Clube Smiles e membros da categoria Diamante tem desconto na emissão de passagens com milhas. Além disso, o programa oferece a possibilidade de resgatar bilhetes por meio do Viaje Fácil em todos os voos pesquisados para o exterior.

Outro detalhe interessante é que em trechos internacionais a tarifa é mais cara quando operada pela Gol. Já as viagens realizadas por empresas parceiras realizam conexões com intervalo acima de 10h de espera em cidades como Miami, Cidade do México, Dallas, Madrid, Casablanca e Amsterdam.

Não podemos considerar um stopover, mas com tanto tempo livre é possível visitar alguns pontos turísticos nessas paradas. Dentre os três programas, a Smiles é a única que permite que a taxa de embarque seja paga em milhas nos voos operados pela Gol. Não recomendamos que você use seus pontos para pagar essas tarifas, mas não deixa de ser um diferencial da empresa.  

3º Lugar: TudoAzul

Um dos motivos que colocou o TudoAzul em primeiro lugar no ranking dos programas nacionais foi a sua extensa malha nacional que inclui destinos exclusivos como Fernando de Noronha. Entretanto, o mesmo não é observado com relação aos destinos internacionais

Os participantes do programa encontram mais dificuldades em resgatar viagens com pontos. A empresa tem os trechos mais caros nas rotas para Orlando, Madrid e Paris, além disso as tarifas mais baratas encontradas para voos internacionais em boa parte não incluem bagagem de 23kg.

O resultado do TudoAzul, no que diz respeito aos trechos internacionais se justifica pelo fato da empresa operar somente cinco destinos no exterior e possuir parceria com apenas 4 companhias estrangeiras. Já no que diz respeito as rotas nacionais o programa realmente deixa a desejar, pois possuindo a maior malha aérea do Brasil era esperado que comprar passagens com milhas em rotas domésticas fosse mais barato.

Ufa! Entender a dinâmica dos preços para comprar passagem com milhas não é fácil. Mas, com um pouco de paciência podemos encontrar boas ofertas. Como vimos, não existe programa de fidelidade perfeito. A nossa pesquisa mostrou que todos eles têm qualidades e defeitos, assim, cabe a você decidir qual deles se encaixa melhor nas suas necessidades.

Curtiu esse conteúdo? Veja outros artigos que podem lhe interessar.