Cartão de crédito no exterior: descubra qual a melhor forma de usar esse recurso

Descubra se vale a pena usar o cartão de crédito no exterior

Durante o planejamento de uma viagem internacional precisamos pensar em vários aspectos. Desde escolher um hotel, encontrar passagens aéreas, montar um roteiro interessante e até qual a melhor forma de levar o dinheiro. Assim, uma das principais questões entre os viajantes é: será que vale a pena usar o cartão de crédito no exterior?

Existem várias questões que devemos considerar para dizer se vale a pena ou não usar o cartão de crédito no exterior. Por isso, neste post vamos explicar como funciona essa forma de pagamento fora do Brasil. Da mesma forma, você vai conhecer as vantagens, desvantagens e quando é interessante utilizá-la. Além disso, vai conhecer outras formas de pagamento para utilizar em sua viagem. 

Continue com a gente e descubra como usar o cartão de crédito no exterior!

Qual a melhor maneira de levar dinheiro em uma viagem internacional? 

Antes de falar sobre do cartão de crédito no exterior saiba que existe mais de uma maneira de levar dinheiro para fora do país. Você pode escolher, papel, cartão de débito, pré-pago e até contas digitais internacionais. Geralmente, o recomendado é levar um pouco de cada uma das opções. 

No caso do dinheiro vivo, é sempre bom ter uma quantidade em mão para apresentar na imigração.  Afinal, o quanto você está trazendo para o país é uma pergunta frequente na alfândega e comprovar com notas é mais prático. Além disso, essa é uma das maneiras mais em conta de levar dinheiro para o exterior. 

É sempre levar mais de uma forma de pagamento para o exterior
É sempre levar mais de uma forma de pagamento para o exterior

Por outro lado, ter muito dinheiro de papel na mão, pode ser um risco. Nem sempre terá cofre à sua disposição na acomodação. Da mesma forma, dependendo do lugar para onde você vai, a sua exposição a assaltos é maior. Por fim, existe a chance de você perder a sua carteira. Por isso, é sempre bom contar com outra forma de pagamento. Cartão de crédito, pré-pago, conta digital, e por aí vai. 

Quais os principais tipos de cartão para usar fora do país?

Levar o cartão de crédito em uma viagem internacional faz parte da sua estratégia de segurança. Mas, ainda assim, é possível escolher entre pelo menos duas modalidades de plástico para usar no exterior, são elas: o cartão de crédito internacional e o cartão de viagem pré-pago. Confira a seguir como cada um deles funciona. 

Cartão de crédito internacional

Há algum tempo atrás ter um cartão de crédito internacional era uma coisa super chique e rara de se ver. Porém, com o passar do tempo percebemos que essa modalidade de plástico está cada vez mais presente no nosso dia a dia. Hoje, quando olhamos o produto mais simples do portfólio de um banco, percebemos que o diferencial dele é justamente ser internacional. 

O cartão internacional pode ser o mesmo que você usa no dia a dia
O cartão internacional pode ser o mesmo que você usa no dia a dia

Até os cartões com anuidade grátis e das contas digitais já oferecem essa função. Esses plásticos funcionam como um cartão tradicional, ou seja, você pode fazer compras na função crédito, parcelado ou comprar no débito. A grande diferença é que assim, como utilizamos ele aqui no Brasil, podemos utilizá-lo durante uma viagem internacional. 

Basta que o estabelecimento aceite a bandeira do seu cartão e que você tenha limite disponível. Da mesma forma, é possível utilizar o plástico internacional para realizar saques em caixas eletrônicos e compras online. Alguns produtos, exigem que você habilite a função de uso no exterior na agência bancária ou na central de atendimento. No caso das contas digitais, geralmente o processo é feito por meio do aplicativo. 

Cartão de viagem pré pago

Uma outra modalidade de cartão para usar no exterior é o pré-pago. Esse tipo de produto foi feito pensando justamente em viagens internacionais. Para ter um desses, não é necessário ter conta corrente em nenhum banco. Esse plástico funciona como cartão de débito. Ou seja, para utilizá-lo é necessário fazer cargas. 

Cartão de viagem pré-pago
Cartão de viagem pré-pago

Essas cargas podem ser feitas online pelo site ou aplicativo que o emissor do cartão disponibiliza. Assim, sempre que você usa o plástico, desconta uma parte do saldo. A conversão para moeda estrangeira é feita com base na cotação no momento em que é feita a recarga. Por fim, esse cartão tem sempre uma bandeira (Visa ou Mastercard) e pode ser usado em estabelecimentos físicos e para saques. 

Como funciona o cartão de crédito no exterior?

Ao decidir usar o cartão de crédito no exterior como uma das formas de pagamento é importante entender como ele funciona. Se aqui no Brasil você não paga nada para utilizá-lo — sem considerar a anuidade —, saiba que o uso internacional acarreta algumas taxas que podem pesar no final da viagem. 

Para começo de conversa, sempre que você compra cartão de crédito no exterior é cobrado o IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras). Essa taxa custa 6,38% do valor da sua aquisição. Além disso, é bom olhar a cotação do dólar turismo no da compra, pois dependo do valor da moeda pode nem valer a pena a aquisição. Por fim, os bancos cobram uma taxa extra por esse tipo de operação, que pode variar entre 1% e 4%.

Veja quais os custos de usar um cartão de crédito no exterior
Veja quais os custos de usar um cartão de crédito no exterior

No caso dos cartões pré-pagos, eles já foram uma opção bastante vantajosa quando cobravam um IOF de 0,38% por cada recarga. Contudo, desde 2014 esse plástico pratica os mesmos 6,38% dos cartões de crédito convencionais. Além disso, quando usamos esses produtos em outras operações como o saque em caixas eletrônicos há altíssimas taxas que podem variar de uma instituição para outra. 

Quais as vantagens e desvantagens de usar o cartão de crédito no exterior? 

Agora que você entende melhor como de fato funciona usar um cartão de crédito no exterior e quais custos essa forma de pagamento implica, deve estar se perguntando se realmente vale a pena usá-lo durante a sua viagem. Para tomar essa decisão é preciso ponderar os prós e contras. Por isso, separamos aqui as principais vantagens e desvantagens do cartão. 

Entenda as vantagens e desvantagens do cartão de crédito no exterior
Entenda as vantagens e desvantagens do cartão de crédito no exterior

Vantagens 

  • Segurança: o uso de cartão de crédito no exterior é uma maneira segura de viajar com dinheiro para outro país. Ele torna desnecessário carregar notas de papel por aí, evitando perdas irreparáveis em casos de assalto ou descuidos. Da mesma forma, em caso de perda ou roubo, o viajante pode entrar em contato com a operadora, cancelar o plástico e seguir sua viagem sem maiores dores de cabeça;
  • Maior facilidade para sacar dinheiro: os cartões de crédito internacionais e pré-pagos oferecem a função de saque em caixas eletrônicos no exterior. Isso facilita muito a vida do viajante em uma emergência; 
  • Possibilidade de acumular mais milhas: uma das principais vantagens de usar o cartão de crédito no exterior é o acúmulo de pontos que podem ser trocados por milhas. Nesses casos, você ganha pontos em uma proporção melhor, considerando que a maioria dos cartões brasileiros usam o gasto em dólar para pontuar os seus clientes. 

Desvantagens 

  • Instabilidade do câmbio: esse é um dos principais pontos de alerta na hora de usar o cartão de crédito no exterior. Algumas instituições consideram o câmbio no dia do fechamento da fatura para realizar a conversão das compras. Ou seja, você compra sem saber quanto realmente vai pagar; 
  • Quantidade de taxas: como falamos anteriormente, existem algumas taxas que incidem sobre compras internacionais feitas com cartão de crédito, como IOF, taxa de saque e a taxa de câmbio que é o adicional cobrado pelos bancos acima do câmbio praticado pelo mercado em compras realizadas no exterior;
  • Não dá para parcelar compras: nós brasileiros amamos uma compra a prazo e quanto maior a possibilidade de parcelamento, melhor. Contudo, fora do Brasil essa não é uma prática comum. Assim, quem usa o cartão de crédito no exterior deve saber que não poderá parcelar. 

Em quais situações vale a pena usar o cartão de crédito no exterior?

Como falamos no início deste post, é sempre bom levar mais de uma forma de pagamento para uma viagem internacional. Assim, apesar de saber que o cartão de crédito não é o mais indicado para fazer compras, em algumas situações ele é indispensável. Veja a seguir quais momentos são esses. 

Aluguel de carro

O cartão de crédito é necessário para o caução
O cartão de crédito é necessário para o caução

Se você sonha em fazer uma roadtrip nos Estados Unidos ou quer alugar um carro para passear por cidades europeias, o cartão de crédito internacional é extremamente necessário. Por mais que a sua reserva seja pré-paga, só é possível retirar o veículo após a retenção de um caução. Assim, para esse bloqueio, feito para segurança da locadora, é exigido um cartão de crédito internacional.

Fazer check in em hotéis

Usar o cartão de crédito no check-in facilita sua chegada no hotel
Usar o cartão de crédito no check-in facilita sua chegada no hotel

O uso de cartão de crédito no exterior também é muito necessário para realizar check-in. Essa é uma prática comum em hotéis de redes norte americanas. O funcionamento é mais ou menos o mesmo das locadoras de carro internacionais. Ou seja, há o bloqueio no cartão por segurança em um valor superior às diárias reservadas, para garantia de possíveis outros gastos.

Acessar salas VIP nos aeroportos

Alguns cartões oferecem acesso gratuito a sala vip
Alguns cartões oferecem acesso gratuito a sala vip

Esse é um caso em que o uso do cartão de crédito no exterior não gera nenhum gasto. Assim, alguns oferecem como benefício o acesso gratuito a todo o conforto proporcionado pelas salas VIP nos aeroportos. Nesses espaços é possível ter acesso a amenidades como lanches, bebidas, wi-fi, espaço para descanso e muito mais. Basta apresentar o plástico na recepção e começar a curtir a viagem. 

O uso de cartão de crédito no exterior pode trazer diversos tipos de benefícios e facilita muito a adesão de alguns tipos de serviço. Contudo, a utilização deste serviço também pode ter desvantagens. Por isso, se você pensa em fazer uma viagem internacional, é importante estar ciente dos prós e contras dessa ferramenta e usá-la da melhor forma.

Curtiu este artigo? Então, continue aprendendo sobre compras e dinheiro em viagens internacionais. Confira outros que separamos para você: