Como conseguir um cartão de crédito melhor? Confira 5 dicas

Cartão de crédito melhor
Como conseguir um cartão de crédito melhor como o banco

Você já sabe que uma das principais maneiras de acumular milhas é usando o dinheiro de plástico. Entretanto, com o crescente interesse das pessoas pelos os benefícios oferecidos por esse produto as instituições financeiras passaram a ser mais seletivas com as vantagens oferecidas. Assim, ter um cartão de crédito melhor significa mais pontos e mais comodidades. 

É aí que muita gente se pergunta: como ter um cartão que me ofereça mais vantagens? A maioria das pessoas pensam que para ter um plástico desses é preciso ser rico ou pagar uma anuidade absurda. Mas, a verdade é que você consegue sim um desses se usar as estratégias certas. Por isso, preparamos este post para ensinar algumas das nossas técnicas.

Bom relacionamento com a instituição financeira

Sabemos que tem muita gente que prefere passar longe da porta do banco, que dirá entrar para bater um papo com o gerente. Entretanto, o bom relacionamento com a empresa em que você tem conta já é um passo para conseguir um cartão de crédito melhor. Por isso, use os produtos da instituição, conta corrente, poupança, e até mesmo o plástico, por menor que seja o limite e benefícios. 

Assim, você mostra para empresa que você tem um vínculo com ela e que gostaria de estreitá-lo ainda mais tendo acesso a produtos melhores. Você não precisa visitar o seu gerente toda semana, mas vai contar pontos ao seu favor se ele souber que você já é cliente há algum tempo e que tem um bom histórico com o banco. 

Para ter um cartão de crédito melhor use muito o atual

Hoje já existe uma coisa chamada algoritmos — comandos preestabelecidos — que monitoram o comportamento de consumo dos usuários de cartões. Isso quer dizer que o banco sabe quando um cliente está usando todo o limite do plástico e quando aquele valor é suficiente. Assim, se o seu objetivo é conseguir um cartão de crédito melhor você precisa comunicar a inteligência artificial de que precisa de um produto superior.

Aqui a estratégia é basicamente concentrar todos os gastos possíveis no cartão de crédito. Dessa forma, inclua desde compras online até transferências e pagamentos de boletos — nós já falamos sobre isso aqui no blog. Entretanto, agrupar despesas não é a mesma coisa que gastar mais do que você pode pagar. Aliás, esse comportamento só vai mostrar para o banco que você não está preparado para assumir mais responsabilidades. Então, muito cuidado.

Pague o valor integral da fatura

Como dissemos anteriormente de nada adianta ter um gasto alto no plástico se você não paga a fatura. Da mesma forma, parcelar o cartão além de ser prejudicial para sua saúde financeira — pois os juros são altíssimos e o risco de você se complicar também — compromete a sua imagem no banco. Essas instituições detestam a inadimplência e por isso, não oferecem bons produtos para esses clientes. 

Ou seja, sempre pague a fatura em dia. Não caia no conto do parcelamento, pode parecer um bom negócio, mas nunca, nunca, é. A nossa dica é que você use uma planilha ou um aplicativo para anotar todos os seus gastos e evitar surpresas no final do mês. Da mesma forma, é interessante programar o pagamento em débito automático. Assim, você não vai ter desculpas para não honrar esse compromisso. 

A renda mínima não é tudo o que importa para ter um cartão de crédito melhor

Você já parou para pensar que se todo cliente tivesse que comprovar uma renda de R$ 20 ou R$ 30 mil por mês pouquíssimas pessoas teriam acesso aos cartões top de linha? Afinal, no nosso país receber um salário desses é para poucos. Dessa forma, por mais que os proventos mensais sejam um critério na análise feita pelo banco, ele não é um fator decisivo. 

O que acontece é que nos últimos anos houve um crescimento de brasileiros exercendo atividades informais. Embora essas pessoas nem sempre consigam comprovar renda da forma tradicional eles têm, sim, condições de administrar um cartão com limite e benefícios melhores. Sendo assim, o que os bancos levam em conta na hora de decidir se o cliente pode ou não ter aquele plástico?

Atualmente um dos pontos mais relevantes para as instituições financeiras é a capacidade que essas pessoas tem de honrar os seus compromissos. Ou seja, para os bancos é mais importante saber se o cliente mantém os pagamentos em dia do que o quanto ele ganha. Assim, essas empresas recorrem a órgãos como SPC e Serasa para avaliar cada usuário.

Por isso, é que é tão importante manter um bom relacionamento com o banco. Da mesma forma é sempre bom verificar como anda o seu score no Serasa, pois ele será avaliado pelo banco e quanto maior ele for, melhor vão ser as suas chances de conseguir aquele cartão de crédito top de linha. Você pode consultar a sua pontuação gratuitamente aqui.

Tente a sorte em outros bancos

É isso mesmo que você entendeu. Sabemos que essa dica parece contraditória, mas a verdade é que muitas vezes o nosso banco não nos valoriza como deveria. Assim, como não existe nenhuma regra que nos obrigue a ser cliente de apenas uma instituição somos livres para buscar outras opções sempre que for necessário. Em alguns casos vai ser até mais fácil conseguir o que se quer em outra empresa. 

O que acontece é que os bancos vivem dos seus clientes. Assim se eles acreditam que há uma chance de conquistar mais um eles vão se empenhar para agradar aquela pessoa e oferecer a ela o que a instituição anterior não concedeu. Da mesma forma, as contas digitais tem ganhado espaço e feito com que essas empresas se esforcem ainda mais para agradar os seus correntistas. Resumindo, aprenda a tirar proveito dessa concorrência.

Talvez no início deste post você pensava que conseguir um cartão de crédito melhor seria impossível. Entretanto, partir de hoje se você for um pouco mais persistente e utilizar as nossas dicas temos certeza de que muito em breve terá um plástico top de linha. Assim, você vai conseguir acumular mais milhas e obter outros benefícios que esses produtos oferecem. 

Ahh, agora que você já sabe como obter um cartão de crédito melhor que tal descobrir os melhores plásticos para quem ganha até R$ 10 mil por mês? Dá uma olhada nesse post. Até mais!