Bradesco pretende comprar parte do C6 Bank

Bradesco pretende comprar parte do C6 Bank
Bradesco pretende comprar parte do C6 Bank

As contas digitais têm revolucionado a vida financeira dos brasileiros. Com elas mais pessoas passaram a ter acesso serviços bancários como conta-corrente, cartões de crédito e investimentos. Tudo isso de graça e sem a burocracia das instituições financeiras tradicionais. Assim, pensando em expandir a sua àrea de atuação, o Bradesco pretende comprar parte do C6 Bank. 

Por que o Bradesco pretende comprar parte do C6 Bank? 

O Bradesco já tem sobre o seu comando o Next que também é um banco digital e oferece serviços semelhantes ao C6 Bank. Entretanto, a instituição está passando por um processo de separação total das operações. Assim, a tradicional empresa financeira pretende injetar aproximadamente R$ 2 bilhões na conta digital

O C6 Bank foi fundado por ex sócios do BTG Pactual e atualmente conta com mais de 2 milhões de usuários. Entre os principais serviços oferecidos estão conta corrente, cartões de crédito, saques, investimentos, cashback e programa de fidelidade. Porém, com o início da pandemia a instituição chegou a demitir 60 funcionários, o que representa 8% da equipe. 

Dessa forma, o Bradesco pretende fornecer serviços que tenham rapidez, praticidade, segurança e credibilidade. Entretanto ainda não foi divulgado quais são de fato os planos para o futuro com essa nova aquisição. Fontes próximas as duas instituições afirmam que as tratativas começaram antes do início da pandemia. 

O que esperar dessa parceria? 

Ainda não podemos dizer como será o funcionamento do C6 Bank depois que o Bradesco passar a controlar parte da conta digital. Contudo, acreditamos que essa parceria tem como principal objetivo manter o banco tradicional no hall de empresas que oferecem serviços diferenciados, gratuitos e que atende a todo tipo de público. 

Assim, esperamos que a compra de parte do C6 Bank pelo Bradesco aumente o leque de produtos e serviços para os usuários da conta digital. No mais, precisamos aguardar o andamento das negociações para entender todas as mudanças que estão por vir. 

O que você achou dessa novidade? Deixe o seu comentário.