ITA paralisa operações aéreas por tempo indeterminado

ITA

O Grupo Itapemirim suspendeu, na última sexta-feira (17), as atividades da ITA, sua companhia aérea. A princípio, a paralisação é temporária para uma “reestruturação interna”. Assim, o anúncio foi feito no início da noite e deixou muitos passageiros irritados nos aeroportos do país.

De acordo com nota oficial divulgada no site da companhia, os clientes com passagens compradas para os próximos dias não devem ir aos aeroportos antes de falar com a ITA. Os usuários precisam entrar em contato através do e-mail falecomaita@voeita.com.br. Além disso, a nota reforçou que a decisão pela suspensão vale apenas para o transporte aéreo, não afetando o transporte terrestre.

O governo brasileiro estima que cerca de 3,9 mil pessoas estão sendo prejudicadas diariamente pela paralisação da ITA. Aliás, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), suspendeu o Certificado de Operador Aéreo da empresa, a licença que permitia que a companhia operasse voos no país.

Sobre a ITA

A ITA entrou em operação no final de junho e operava nos aeroportos de São Paulo-Guarulhos (SP), Brasília (DF), Belo Horizonte-Confins (MG), Rio de Janeiro-Galeão (RJ), Porto Alegre (RS), Porto Seguro (BA), Salvador (BA), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC), Maceió (AL), Natal (RN) e Recife (PE).

Confira, na íntegra, a nota publicada pelo Grupo Itapemirim:

“O Grupo Itapemirim informa que por iniciativa própria suspendeu temporariamente as operações de sua companhia aérea, a ITA, no início da noite desta sexta-feira (17) para uma reestruturação interna.
A decisão foi tomada por necessidade de ajustes operacionais. A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) já foi informada da decisão.

A ITA lamenta os transtornos causados e afirma que irá continuar prestando toda assistência aos passageiros impactados, conforme prevê a resolução 400 da ANAC.

A companhia orienta os passageiros com viagens programadas para os próximos dias que não tentem realizar check-in online e não compareçam aos aeroportos antes de contatar a empresa aérea. Todos os passageiros devem entrar em contato pelo e-mail falecomaita@voeita.com.br. A companhia irá dedicar o máximo esforço para, em breve, retomar seus voos.

O Grupo Itapemirim informa também que essa decisão não afeta a prestação de serviço do transporte rodoviário, por meio da Viação Itapemirim, cujas operações seguem normalmente.”